Conteúdo para toda família

RACHEL MARQUES: liderança com qualidade no mercado de bojos

Ana Rachel Marques se dedicava a lecionar e a deixar as mulheres mais bonitas em seu salão de beleza até que o bojo transformou a vida de toda a família. Ela vendeu bens móveis e imóveis e investiu na produção desse acessório indispensável no processo fabril da lingerie.

Com sede no polo de Moda íntima de Juruaia, a Minas Bojo foi fundada há 11 anos por uma família unida e determinada. Tem postura ética e profissional, trazendo como compromisso a criação de novas tendências no mercado da moda e prestar um atendimento eficiente. Possui revenda para atender o atacado da região nordeste situado em Fortaleza, capital do Ceará, além de representantes em todo o país.

A empresa foi criada por Rachel Marques e seu irmão Celso Marques em 2006. A ideia surgiu quando visitaram a Felinju daquele ano e conheceram uma série de maquinários para a produção de lingerie. Foi Helder Marques, filho de Rachel, que chamou a atenção para a prensa de bojos. Rachel, o irmão Celsinho e o pai Celso, gostaram do que viram e fizeram uma pesquisa de mercado que demonstrou que a fabricação de bojos era um bom negócio.

Quando a empresa iniciou suas atividades o bojo vivia um boom  se tornando uma grande novidade no mercado. Introduzido nos sutiãs há alguns anos, os bojos deixam os seios mais sensuais e bonitos. E a indústria de bojos, a cada ano, apresenta mais novidades nessa área graças à tecnologia têxtil, atendendo ao desejo das mulheres quequerem seus sutiãs, além de bonitos e confortáveis, com um bojo, que valorize os seus seios.

Rachel foi a terceira empresa a fabricar bojos na região. As que já produziam o material mantinham o segredo de produção guardado a sete chaves. Desta forma, a empresária buscou tecnologia no sul do País e hoje se destaca no segmento. “No início nossa produção era de 2 mil pares por dia”, explica. Clientes de todos os estados do País recebem os bojos produzidos pela empresa.

A missão da Minas Bojo vai além da produção. A preocupação com o social também faz parte do dia-a-dia. . “Respeitar o Meio Ambiente é respeitar a vida e a Minas Bojo compartilha desse conceito e através do programa de reciclagem, Recicla Minas. Enviamos  toda sobra de material para uma usina de reciclagem”, informa.

No início os bojos tinham preços elevados e o fornecimento era falho na cidade. A família resolveu abrir mão de bens para investir no segmento. “Eu tinha um salão de beleza e meus familiares trabalhavam na zona rural. Todos abandonaram seus afazeres e começaram a produção de bojo na garagem da casa do meu pai. Foi o começo de uma parceria forte que hoje mostra seus frutos”, conta Rachel.

Ela acompanha de perto toda a movimentação do mercado nacional de bojos, seja em matérias primas, modelagem e equipamentos. “Buscamos no mercado as melhores máquinas e os principais fornecedores para um processo fabril de alta qualidade que resulta no crescimento sólido da Minas Bojo”, explica.

A ideia inicial era atender somente as fábricas de Juruaia, mas a produção expandiu-se para a região, depois para o Brasil e hoje exportam-se bojos. “Não tínhamos essa meta de atingir o país. Mas a qualidade fez com que outros fabricantes se interessassem pelo nosso produto. Nos adequamos estruturalmente e começamos a fase de crescimento”, comenta.

Há 5 anos, Rachel Marques deixou a direção da empresa a  cargo do filho Helder Marques e seguiu para Fortaleza, capital do Ceará e considerada o maior polo fabril de lingerie do Brasil. Foi a primeira filial. “Hoje, além de abastecer a região nordeste, a Minas Bojo também atende o mercado de tecidos com vendas em grandes quantidades e somente no atacado”.

Hoje a empresa está situada em uma área de 50 mil m2, sendo 6 mil m2 de área fabril construída, incluindo a inovadora indústria de espuma, uma das poucas da região. Produz 1,8 milhão de bojos por mês - mas tem capacidade de produção de até 3,6 milhões, bastando aumentar o turno de trabalho de acordo com a demanda. São oferecidos 130 empregos diretos e outras dezenas de indiretos. A produção atende a demanda nacional, além de clientes da Argentina e Portugal.

A Minas Bojo investe constantemente em tecnologia, oferecendo bojos de qualidade que acompanham as tendências mundiais da moda. Tem como característica principal a preocupação com a beleza, elegância, sensualidade e o conforto que o universo feminino busca na moda íntima, levando ao mundo da moda a oportunidade de adquirir produtos de qualidade com atendimento diferenciado e profissional. “Queremos ser uma empresa de referência reconhecida como a melhor opção para os clientes, colaboradores e fornecedores, pela qualidade e excelência dos nossos produtos e atendimento. Trazemos como valores a tradição, qualidade, competência, inovação, integridade, respeito ao meio ambiente”, finaliza a empresária.

INSTAGRAM

Curta esta página no Facebook

Poste no seu Twitter

© EDITORA MÍDIA LTDA | Av. Conde Ribeiro do Valle, 255 | 2º Andar | Sala 8

Telefone: (35) 3551-2040 | Cep 37800-000 |  Guaxupé | MG