Conteúdo para toda família

UMA GERAÇÃO

DE NOVOS TALENTOS

Dra. Natássia Pizani

e a Dermatologia

Muito admirada por seus clientes, pelos colegas e também por seus ex-professores, a jovem médica Natássia Pizani tem se dedicado há mais de 10 anos à dermatologia. Acabou de chegar da Itália, onde neste mês de junho, fez atualizações médicas,

Ela começa a entrevista parafraseando o escritor norte-americano Mark Twain:  "os dois dias mais importantes da sua vida: o dia que você nasce e o dia em que descobre o porquê".

Natássia diz que não se recorda precisamente quando decidiu que seria médica, mas que o dia da aprovação no vestibular foi inesquecível. “Depois de muita dedicação, 3 aprovações em medicina: UFSCar, PUC-SP e UFF. E foi ela a escolhida, a Universidade Federal Fluminense. Lá me tornei médica e lá conheci a especialidade que me escolheu, a Dermatologia”, relata.

Para quem não sabe, após a graduação, o médico decide qual especialidade deseja seguir e aí vem um novo processo seletivo, muito mais árduo que o vestibular, principalmente na Dermatologia, uma das mais concorridas. “E tinha que ser na UFF! Apenas 5 vagas disponíveis e, no dia do meu aniversário, fui presenteada com a aprovação”.

Foram mais 3 anos dedicação integral e intensa às afecções da pele, cabelos e unhas. “Tive oportunidade ainda de estágios no Instituto Nacional do Câncer (Inca), Fundação Oswaldo Cruz (FioCruz), Hospital de Santa Maria (Universidade de Lisboa -Portugal).

Ao final da residência, Natássia foi aprovada como membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia. “Fim? Não. Aí que começa! A curva de aprendizagem é contínua, congressos, estudos, atualizações e, principalmente, pacientes, experiência. Enfim, um caminho por vezes árduo, mas percorreria quantas vezes fosse necessário. E mais, me realizo e sou grata por percorrer este caminho”.

 Para ela, um dos ramos mais fantásticos da dermatologia, dentre tantos, é a cosmiatria, subespecialidade voltada ao tratamento de queixas estéticas de forma responsável e ética. Atualmente, são inúmeros recursos capazes de promover o bem estar e a satisfação com a autoimagem. Dentre tantos, como escolher?

A médica responde. Primeiramente, escolhendo quem conduzirá o tratamento. É fundamental e prudente que tratamentos na pele sejam feitos com especialista.

Em segundo lugar, deve ser estabelecido um plano a ser seguido. Este dependerá da idade, das queixas, biotipo, condições clínicas, ou seja, o tratamento deve ser individualizado.

A partir daí, serão selecionadas as modalidades:

 

- Textura, poros, pigmentação: medicamentos tópicos, peelings, luz pulsada, lasers, radiofrequência microagulhadada (Eletroderme)

 

- Rugas na região frontal, supercilio, "pes de galinha", sorriso gengival:  toxina botulinica

 

- Flacidez/contorno facial: Sculptra, Radiesse, Ultrassom microfocado

 

- Volumização/projeção/sulcos (olheiras, "bigode chinês"): preenchimento com ácido hialurônico.

 

- linhas finas na face e pescoço: Skinbooster

 

- mãos e colo: skinbooster, luz pulsada, Radiesse

 

- pescoço: toxina botulínica, Radiesse, Sculptra, Ultrassom microfocado

 

Ela alerta que não existe "o melhor tratamento”. Existe uma combinação de tratamentos para o melhor resultado. “O objetivo do tratamento é tornar o paciente uma versão melhor de si mesmo, sem transformações ou excessos.  E assim a Dermatologia se faz presente, tratando as condições da pele e influenciando diretamente na autoestima das pessoas”.

 

CONSULTORIA

 

Dra. NATÁSSIA PIZANI

Rua Cel. Joaquim Costa, 215  Telefone: (35) 3551-0414

Conveniada Unimed

Guaxupé - MG

INSTAGRAM

Curta esta página no Facebook

Poste no seu Twitter

© EDITORA MÍDIA LTDA | Av. Conde Ribeiro do Valle, 255 | 2º Andar | Sala 8

Telefone: (35) 3551-2040 | Cep 37800-000 |  Guaxupé | MG