Conteúdo para toda família

Educar para a Cidadania é obrigação do político

 

 

Aos 34 anos, Danilo é graduado em Administração de Empresas pelo Unifeg, com pós-graduação em Administração Pública e Gestão de Cidades pela Universidade Anhanguera. Atualmente, está finalizando a segunda pós-graduação, em Gestão Pública e Controle com Foco em Resultados, pela Escola do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais

A renovação de valores na política brasileira tem um número maior de adeptos entre os representantes públicos mais jovens, geralmente até 40 anos de idade. Ao declarar que “Minha gestão será marcada pela promoção da Educação para a Cidadania”, o atual presidente da Câmara Municipal de Guaxupé, vereador Danilo Martins de Oliveira, se enquadra nesse perfil.

Aos 34 anos, Danilo é graduado em Administração de Empresas pelo Unifeg, com pós-graduação em Administração Pública e Gestão de Cidades pela Universidade Anhanguera. Atualmente, está finalizando a segunda pós-graduação, em Gestão Pública e Controle com Foco em Resultados, pela Escola do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais. E ainda dá tempo para ser professor no Senac.

Em 2009, Danilo se tornou servidor da Câmara Municipal. Na época, ele não se interessava por política. “Faltava educação para a cidadania, que foi adquirida no dia a dia”, justifica. Nas últimas eleições municipais, Danilo se lançou pré-candidato com um vídeo reflexivo: “Você sabe o que faz um vereador?” O conteúdo pedagógico despertou interesse, fez parte da campanha e o tornou vitorioso com votos em todas as seções eleitorais da cidade.

Na avaliação do vereador, as redes sociais contribuem para divulgar informações, mas também distorcem fatos e cria falsas notícias. De forma geral, políticos que utilizam a internet são mais cobrados. Pesando na balança, o saldo é mais positivo do que negativo.

Como presidente da Câmara, Danilo recebe muitas reivindicações pelo Facebook, porém há pedidos que não fazem parte da função de um vereador e reforçam a necessidade do lado pedagógico na política. Por isso, Danilo estruturou sua gestão em quatro pilares: Educação para a Cidadania, Transparência, Participação Popular e Fortalecimento Institucional.

 

 Os quatro pilares da “Gestão Danilo”

 

A Câmara Municipal de Guaxupé contém em sua estrutura a Escola do Legislativo, setor que desenvolve projetos de Educação para a Cidadania em três frentes: servidores públicos, cidadãos em geral, e os próprios parlamentares que, na maioria das vezes, precisam de um apoio, principalmente no inicio dos mandatos.

Criado pela Escola do Legislativo da Assembleia de Minas, com o apoio da PUC Minas, o Parlamento Jovem é um dos projetos desenvolvidos e voltados para estudantes do Ensino Médio, que podem aprofundar conhecimentos sobre a estrutura política.  Aproximadamente, 60 jovens estão frequentando o projeto em Guaxupé.

Os “jovens parlamentares” participarão de duas plenárias, municipal e regional, juntamente com as cidades de São Sebastião do Paraíso e Poços de Caldas. No final do projeto, os estudantes levarão propostas para a plenária estadual, em BH, que serão entregues para a Comissão de Participação Popular da Assembleia e podem se tornar propostas de ação legislativa.

No prédio da Câmara, a Escola ganhou recentemente uma sala própria para realizar oficinas e atividades educativas. Danilo anunciou para 2018 a “Câmara Mirim” destinada a estudantes do Ensino Fundamental II, de 11 a 14 anos, com outro tipo de conteúdo e formato. A Biblioteca da Cidadania é mais uma contribuição da Câmara.

A Transparência adotada pela gestão de Danilo Martins ultrapassa as normas exigidas por lei. Agora, o site da Câmara disponibiliza todas as alterações de uma legislação ao longo do tempo, facilitando o trabalho de quem busca informações. O portal da transparência é atualizado em tempo real.

A Participação Popular começou com o retorno das sessões noturnas e da “Tribuna Popular”, em 2018. As Sessões Ordinárias e Extraordinárias passaram a ser transmitidas ao vivo pelo Facebook da Câmara. Há também o projeto “Câmara em Visita” que consiste em receber grupos de interessados, conhecer o funcionamento do legislativo, como idosos, estudantes, funcionários de empresas, entre outros.

Outro projeto que está sendo desenhado para o segundo semestre é a “Educação Política nas Escolas e Empresas”. Pela primeira vez, Guaxupé terá a “Câmara Itinerante”, com reuniões realizadas em espaços coletivos para captação e discussão de assuntos de interesse das comunidades.

O quarto pilar da gestão Danilo, o Fortalecimento Institucional, consiste na revisão de leis municipais para evitar possíveis “desvios de finalidades”, que prejudicam o município e a imagem da instituição. Medidas preventivas para uma melhor governança, como a implantação do Compliance, estão sendo analisadas pelo gestor. Na prática, Danilo propõe uma reeducação no trabalho dos vereadores.

INSTAGRAM

Curta esta página no Facebook

Poste no seu Twitter

© EDITORA MÍDIA LTDA | Av. Conde Ribeiro do Valle, 255 | 2º Andar | Sala 8

Telefone: (35) 3551-2040 | Cep 37800-000 |  Guaxupé | MG