Conteúdo para toda família

por onde

você anda?

Meíta Bardi, colunista

meitabardi@yahoo.com.br

Chamo-me Renata Camilo Cecílio Ribeiro. Sou filha de José Augusto Cecílio e Neusa Abrão Camilo Cecílio, irmã do Paulo Cesar Cecílio e tia da Mariana e do Pedro e natural de Guaxupé -MG.  A família é meu porto seguro. Minha mãe, de personalidade forte e marcante, é a pessoa com quem posso contar sempre, em qualquer situação.

 Meu pai, o grande amor da minha vida, sempre esteve ao meu lado me apoiando e me protegendo. Pessoa humilde, honesta, de grande sabedoria e inteligência sei que sempre está perto de mim com aquele sorrisão!

Paulinho meu irmão querido, parceiro e protetor. Somos muito unidos, um completando o outro. Mariana, meiga! A princesa da casa, adora esportes, está se transformando numa mocinha linda, é super na dela,  mas observando tudo. Pedro, garoto inteligente, participante, lindo, ama cachorro, ligado em tudo. O parceiro de sempre.

Estudei no Grupo Delfim Moreira, tenho boas recordações, principalmente das professoras queridas Dona Carlota e Dona Meíta. Depois fui para o Ginásio, Colégio Dom Inácio e Colégio Anglo Campinas. Foi muito difícil escolher a profissão. Tão nova!  Várias dúvidas: psicologia, odontologia, nutrição. Minha mãe influenciando  para prestar vestibular de farmácia.

Cursei Farmácia Industrial, na Universidade de Alfenas, onde fiz grandes amigos e vivi uma vida muito boa de estudante. Quando fui fazer estágio numa Indústria Farmacêutica em São Paulo, já de início, tive certeza que não iria trabalhar neste setor. Não tenho perfil.

Fiz Pós-Graduação em Farmácia Hospitalar em Belo Horizonte. Cursei Homeopatia na Associação Paulista de Homeopatia – APH, Saúde Pública-UNAERP e Gestão em Vigilância Sanitária no Hospital Sírio Libanês.

 No início da minha carreira,  fiz estágio no Hospital das Clinicas, em São Paulo.

 Prestei concurso para farmacêutica da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Passei e um novo ciclo começou na minha vida profissional.

 Comecei trabalhando em um Posto de Saúde no centro de São Paulo, que dispensava medicamentos para paciente renais crônicos e transplantados.

Posteriormente, recebi um convite para trabalhar na Direção Regional. Que susto! Não esperava tamanho desafio. Tudo muito novo e eu era a farmacêutica mais nova e inexperiente da equipe. Foi uma fase difícil! Meu pai me incentivou e me influenciou muito para aceitar. Valeu a pena, pois foi um período de grande aprendizado, desafios, crescimento profissional e pessoal.

 Também recebi um convite para trabalhar na sede da Secretaria de Estado da Saúde. Outro desafio. Novamente um mundo novo, onde encontrei pessoas do bem, que não me deixaram desanimar, acreditaram no meu trabalho e no meu potencial. Minha querida ex- chefe Maria do Carmo Marino Schiavon, amiga, me ensinou, orientou, ajudou a crescer como profissional, ser respeitada, ter domínio das situações com muita tranquilidade e  firmeza, segurança e clareza. Aprendi muito com ela.

Atualmente sou responsável pelo Componente Básico da Assistência Farmacêutica do Estado de São Paulo, que possui um programa de governo para auxiliar os municípios na aquisição de medicamento básicos. O estado de São Paulo é o único estado que tem este Programa.

Sou agradecida pela oportunidade que tenho e realizada pelo que faço. Procuro sempre fazer o melhor, não esquecendo que o maior objetivo é a Saúde Publica com foco no paciente.

O que me faz feliz é chegar em Guaxupé no final de semana, jantar na sexta-feira com a família reunida e o almoço de domingo também. Isso é muito importante. Me fortalece!

Meu hobby é viajar, conhecer lugares, pessoas, culturas diferentes e costumo não repetir os lugares que já conheci, talvez voltasse em Chicago - A Cidade dos Ventos.

O meu sonho é viajar muito, conhecer o mundo, isso me faz muito feliz. Melhorar sempre como profissional e nunca esquecer que o maior objetivo é fazer chegar os medicamentos até os pacientes.

A mensagem que deixo aqui para os leitores: a vida é muito curta, muda de uma hora para outra. Precisamos sempre valorizar os bons momentos, as pessoas queridas que estão ao nosso lado, ter paciência e leveza, porque os momentos ruins passam, mas os bons momentos também passam.

 

“Esqueça essa história de

querer entender tudo.

Em vez disso, viva.

Em vez disso divirta-se!

Não analise celebre!”

(Osho)

 

RENATA CAMILO

 

INSTAGRAM

Curta esta página no Facebook

Poste no seu Twitter

© EDITORA MÍDIA LTDA | Av. Conde Ribeiro do Valle, 255 | 2º Andar | Sala 8

Telefone: (35) 3551-2040 | Cep 37800-000 |  Guaxupé | MG